Header Ads Widget

header ads

“Nunca aceitou fim de relação”, diz tutora de cadela raptada sobre ex

[ad_1]

Ao registrarem boletim de ocorrência após o rapto de Cherie, uma yorkshire de 6 anos, os tutores Stephane Aparecida, 36, e Leonardo Duarte, 36, acusaram um ex-namorado da responsável pelo animal de raptar o pet. O sequestro ocorreu no último domingo (10/12), no Sudoeste (DF). No dia seguinte, a polícia localizou e resgatou a cadela em João Pessoa (PB), com o suspeito mencionado no documento: Josinaldo Morais, 47.

Cherie voltou para Brasília na manhã desta terça-feira (12/12), e Josinaldo deve ser ouvido pela polícia à noite. Ele e Stephane tiveram um relacionamento por quatro anos, entre 2012 e 2016, antes do nascimento do pet, segundo ela. A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) investiga o caso.

0

Josinaldo e Stephane moravam em Caicó (RN) quando namoraram e viveram juntos por alguns meses, antes de terminarem o relacionamento.

A enfermeira contou que, à época, havia aceitado morar com o ex para ficar mais perto do hospital onde fazia residência. A convivência não deu certo, porém, e o namoro terminou, mas de forma pacífica, segundo ela. “Nós éramos amigos até o ano passado [2022], quando toda a confusão começou”, disse.

Um ano depois do término, em 2017, Stephane teria enfrentado problemas psicológicos e tido crises depressivas. Para lidar com o quadro de saúde mental, ela decidiu comprar Cherie. “Eu me vi muito sozinha. Tive problemas depressivos e fiz isso para ter uma companhia”, relatou.

Ajuda de amiga

Depois de ficar com Cherie, a enfermeira recém-formada começou a trabalhar em vários empregos — alguns, inclusive fora do Rio Grande do Norte. Então, teria pedido ajuda a uma amiga, que se ofereceu a ficar com a cadela na própria casa pelo tempo que fosse necessário.

Stephane contou que Josinaldo começou a frequentar a casa da amiga dela para levar a cadela para passear, mas, pelo fato de o relacionamento ter terminado pacificamente, não via motivo para proibir a iniciativa, apesar de discordar.

Em 2022, a enfermeira passou em um concurso público no Distrito Federal e se mudou para a capital do país com o atual noivo, com quem mantém um relacionamento desde 2019, mas deixou Cherie com a amiga.

Após estabilizar a carreira e a vida pessoal, em agosto de 2023, a tutora voltou ao Rio Grande do Norte para buscar Cherie. No entanto, a amiga teria dito que Josinaldo levou a cadela e prometido só devolver após decisão da Justiça. Assim, Stephane e Leonardo resolveram pedir uma autorização extrajudicial. “Acho que foi uma forma de ele [Josinaldo] mostrar que nunca aceitou o fim do relacionamento”, comentou.

A profissional de saúde relatou que a liberação da Justiça não seria, de fato, necessária porque “bastou tocar a campainha” da casa da amiga para encontrar Cherie. “Minha cachorrinha estava lá. Ela pediu desculpas e disse que todo mundo estava muito apegado à cadela; por isso, Josinaldo teria falado que não devolveria [a cadela]”, comentou Stephane. “Peguei-a e fui embora. Só que ele não aceitou e começou toda essa confusão.”

Denúncia anterior

A enfermeira relatou que, depois disso, Josinaldo chegou a registrar boletim de ocorrência contra ela. Porém, a denúncia não teria “dado em nada”. Ele também teria tentado contato com a ex de diversas formas, inclusive por meio do marido da advogada de Stephane, mas não conseguiu.

No dia em que Cherie foi sequestrada, supostamente pelo ex da enfermeira, Leonardo disse ter reconhecido Josinaldo após ele fugir com a cadela.

O noivo de Stephane conseguiu, ainda, aplicar um mata-leão contra o suspeito e só o soltou após ameaças de um comparsa de Josinaldo. Em seguida, a dupla fugiu. “Se eu tivesse o reconhecido naquela hora, não tinha soltado por nada”, afirmou Leonardo.

A cadela foi resgatada em João Pessoa após desembarcar de um voo que havia saído de Confins (MG). A advogada Gisilene Duarte, que acompanha Stephane, contou que, ao ser encontrada, Cherie estava “completamente descaracterizada”, com os pelos desgrenhados e sem os acessórios que usava no momento do sequestro.

“Uma das maiores preocupações era a saúde da Cherie. Ela tem problemas alimentares e poderia passar mal caso o resgate demorasse mais. A polícia também disse que o Josinaldo deu um pedaço de frango para ela, o que não pode”, disse Gisilene.

Após dois dias de buscas, Cherie reencontrou os tutores na manhã desta terça-feira (12/12), no Aeroporto de Brasília. A enfermeira é uma das responsáveis pela cadela e chegou a passar mal quando pegou a pet no colo pela primeira vez depois do rapto. Grávida de 5 meses, ela precisou, inclusive, de atendimento no posto de saúde do terminal aéreo.

No momento do reencontro com Cherie, Stephane teve queda de pressão devido ao excesso de emoção e desfaleceu. Na sequência, foi levada para o posto de saúde do aeroporto.

window._taboola = window._taboola || []; _taboola.push( mode: "rec-reel-2n5-a", container: "taboola-mid-article-reco-reel", placement: "Mid Article Reco Reel", target_type: "mix" );

Assista ao momento do reencontro:

[ad_2] Source link https://www.blognaativa.com.br/nunca-aceitou-fim-de-relacao-diz-tutora-de-cadela-raptada-sobre-ex/?feed_id=478&_unique_id=6578914680bf7

Postar um comentário

0 Comentários

header ads