"Homem é morto com tiro no rosto após olhar por cima de muro ao ouvir disparos em casa vizinha"

Por: Kelven Junio

Em um episódio chocante ocorrido neste sábado, em Apucarana, Paraná, Bruno Emídio da Silva Junior, de 33 anos, perdeu a vida de maneira trágica após ser baleado no rosto. O incidente se desenrolou quando Bruno, motivado pela curiosidade, decidiu investigar a origem de disparos de arma de fogo que vinham da residência vizinha.

O fatídico evento ocorreu no bairro Pirapó, onde Bruno participava de uma confraternização. Testemunhas relatam que, ao ouvir os tiros, a vítima subiu no porta-gás de sua casa para espiar o quintal ao lado, por cima do muro. Nesse momento, foi surpreendido com um disparo fatal no rosto, efetuado pelo vizinho, que imediatamente fugiu em um carro vermelho, sem ser identificado.

Agentes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram rapidamente acionados, chegando ao local na tentativa de salvar Bruno. Contudo, apesar dos esforços, sua morte foi confirmada ainda no local do ocorrido. A cena foi de desolação, com sua namorada tentando desesperadamente reanimá-lo através de massagem cardíaca.

A resposta das autoridades foi imediata. A Polícia Militar, ao inspecionar a residência do suspeito, encontrou um arsenal que incluía uma espingarda de pressão adaptada para calibre .22 com luneta, uma escopeta, 49 munições de diferentes calibres intactas e 19 deflagradas. Além disso, foram descobertos dois carregadores de pistola calibre .380 carregados e, em uma busca mais detalhada, 11 estojos para pistolas do mesmo calibre.

A Polícia Civil tomou a frente das investigações, abrindo um inquérito para elucidar os detalhes deste trágico crime. Até o momento, diversas testemunhas foram ouvidas, e diligências estão em curso na tentativa de concluir as investigações e localizar o suspeito.

VEJA O VÍDEO:




Postar um comentário

0 Comentários