Whey falsificado: saiba efeitos colaterais do suplemento pirata

[ad_1]

O whey protein é um suplemento proteico muito usado por pessoas que estão em busca de aumentar a massa muscular. E, como tudo que faz sucesso, o produto também passou a ser objeto de falsificações.

As versões piratas de whey costumam misturar amido e maisena ao pó concentrado de proteínas. Os falsificadores usam embalagens usadas para empacotar o pó adulterado e, em seguida, vendem na internet ou em grupos formados em redes sociais.

Consequências do whey pirata

A adulteração pode ter graves consequências, especialmente para pessoas com alergias e restrições alimentares. “Algumas falsificações usam substâncias hipercalóricas, que podem prejudicar gravemente pessoas com diabetes”, aponta o nutricionista Isaac Nunes, de Brasília.

Ele alerta que, ao perceber, sintomas diferentes dos habituais, o mais recomendado é interromper o uso do produto. “Se a pessoa nunca teve problemas em tomar suplementos e, repentinamente, começa a ter espinhas ou sintomas gástricos, o produto pode ser de baixa qualidade”, afirma.

Outro problema do whey protein falsificado é a possibilidade de ele estar contaminado com microrganismos, pois as embalagens são adulteradas e o conteúdo misturado a produtos desconhecidos.

0

Como fazer uma compra segura

A nutricionista Janaina Porto Alegre sugere que o consumidor eleja marcas e lojas de confiança para comprar seus suplementos. “Caso não tenha um fornecedor fixo, a pessoa pode pedir dicas aos profissionais de saúde que a acompanham”, aconselha.

Outra sugestão é conferir o site do fabricante para comparar as embalagens e conferir lacres, números de lotes e selos de segurança.

Siga a editoria de Saúde no Instagram e fique por dentro de tudo sobre o assunto!

[ad_2] Source link

Postar um comentário

0 Comentários