Header Ads Widget

header ads

Conheça alimentos e suplementos para diminuir a vontade por doces

[ad_1]

Quase todo mundo se alegra com um docinho. Esse tipo de alimento tem o poder de induzir neurotransmissores relacionados às sensações de prazer, bem-estar e energia. E é aí que mora o perigo, uma vez que o consumo exagerado pode se transformar em transtorno alimentar.

O corpo produz insulina para controlar a quantidade de açúcar no sangue. Quando o alimento é muito doce, a necessidade de insulina aumenta e, nesse ajuste interno, pode ocorrer um efeito rebote, no qual se sente mais vontade de comer.

A nutricionista Taciane Oliveira, da fábrica de suplementos Vitafor, chama a atenção para os riscos da compulsão alimentar. “Eventualmente, exagerar ao se deliciar com um prato de doce ou salgado é natural e bastante prazeroso, mas, quando a situação se torna recorrente, o comportamento pode indicar transtorno”, comenta.

Além de investigar as questões psicológicas que costumam estar envolvidas nas situações de compulsão alimentar, a nutricionista recomenda que as pessoas estejam atentas aos nutrientes que estão privilegiando na alimentação.

0

Segundo Taciane, triptofano e cromo ajudam a diminuir a vontade por doces. O triptofano é um aminoácido precursor da serotonina, neurotransmissor responsável por auxiliar na regulação do humor, do sono e do apetite. Bons níveis do nutriente vão controlas a fome emocional.

O triptofano pode ser obtido via alimentação – as castanhas são ricas nesse nutriente – , ou suplementado.

O cromo, por sua vez, é um mineral que auxilia no controle dos níveis de açúcar no sangue, interrompendo o desejo por mais doces e carboidratos. Ele está presente em uma série de alimentos – arroz e pão integral são boas fontes – e também pode ser suplementado.

Siga a editoria de Saúde no Instagram e fique por dentro de tudo sobre o assunto!

[ad_2] Source link

Postar um comentário

0 Comentários

header ads