Header Ads Widget

header ads

Spirulina: conheça os benefícios da cianobactéria rica em proteínas

[ad_1]

Azul-esverdeada e vendida em pó ou cápsulas, a spirulina é uma cianobactéria usada frequentemente como suplemento alimentar. Estima-se que cerca de 70% do seu peso seco seja composto por proteínas — em outras plantas conhecidas por terem o macronutriente, a porcentagem normalmente fica em torno dos 35%.

“Além disso, é considerada uma proteína de alta qualidade por conter todos os aminoácidos essenciais, ou seja, as pequenas moléculas que formam as proteínas e não são produzidas pelo nosso organismo e devem ser obtidas pela alimentação”, explica a nutricionista Priscila Gontijo, da Puravida.

Além da proteína, a spirulina também têm vitaminas A, E, K, betacaroteno e complexo B, ferro, manganês, zinco, sódio, potássio, fósforo, cálcio, magnésio, cobre, selênio e cromo, além de uma substância chamada ficocacina, responsável pela cor azulada da cianobactéria e que tem poder antioxidante.

Outro destaque importante na composição é a presença de vitamina B12 — porém, a ciência ainda não chegou a uma conclusão sobre se a substância está em forma ativa para ser usada pelo organismo.

Spirulina
A spirulina é uma cianobactéria fonte de minerais, vitaminas, proteínas e aminoácidos

Como consumir

A spirulina deve ser consumida com orientação do nutricionista, e a dose segura recomendada para adultos é de 3 a 10g por dia, sempre com um copo de água para maximizar a absorção dos nutrientes.

A cianobactéria não é indicada para gestantes, lactantes, crianças, pessoas com doenças autoimunes, fenilcetonúria ou tireoide.

Os principais benefícios da spirulina para a saúde

  1. Fornecimento de proteínas: importante para as pessoas que emagreceram e perderam grande quantidade de massa muscular. Estudos mostram contribuição no tratamento da desnutrição;
  2. Deficiência de vitamina A: pesquisa com 5 mil crianças pré-escolares previamente diagnosticadas com deficiência de vitamina A mostrou que a ingestão de 1 g/dia de spirulina por quase quatro meses diminuiu significativamente a prevalência da deficiência em 70%;
  3. Perda de peso: estudo na Alemanha em que as pessoas consumiram comprimidos de spirulina por quatro semanas relata redução de peso de 1,4 kg em comparação com indivíduos que não receberam o suplemento. Uma pesquisa com 52 pacientes obesos que consumiram 2 g/dia de spirulina por 12 semanas percebeu redução do peso, IMC, circunferência da cintura e gordura corporal;
  4. Proteção ao organismo: possui ação anti-inflamatória associada à substância ficocianobilina, eliminando possíveis substâncias que causam danos às células do nosso organismo ou inflamação;
  5. Antiviral e antimicrobiana: a ingestão da spirulina parece contribuir para redução da replicação de vírus e bactérias;
  6. Intestino: em estudo feito em ratos que consumiram o equivalente a 5% da dieta proveniente da spirulina, foi observado aumento de lactobacilos no intestino. Essa espécie é importante para ajudar na digestão e absorção de nutrientes;
  7. Controle do colesterol: estudo com 78 pessoas que consumiram 8 g/dia de spirulina por 16 semanas mostrou redução nos valores do colesterol total e LDL (colesterol “ruim”);
  8. Pele: por ser rica em betacaroteno, substância que pode convertida em vitamina A no organismo, ajuda na saúde da pele, elasticidade e firmeza;
  9. Controle do diabetes: consumo de 2 g/dia da spirulina por quatro semanas reduziu a glicemia de jejum e após a refeição, assim como a hemoglobina glicada.

Siga a editoria de Saúde no Instagram e fique por dentro de tudo sobre o assunto!

[ad_2] Source link https://www.blognaativa.com.br/spirulina-conheca-os-beneficios-da-cianobacteria-rica-em-proteinas/?feed_id=5329&_unique_id=6599b9179e119

Postar um comentário

0 Comentários

header ads