Header Ads Widget

header ads

Por crise Yanomami e tensão na fronteira, Exército reforça Roraima

[ad_1]

O Exército brasileiro ganhará reforço em armamentos e homens para a região norte de Roraima. O esquadrão da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, com 50 militares, chega à região nos próximos dias para reforçar as operações contra o garimpo ilegal, a proteção da terra Yanomami e o trabalho de policiamento das fronteiras com Venezuela e Guiana.

Com o reforço, serão mais de 200 militares na região desde o início das tensões pelo território de Essequibo. O esquadrão será recebido pela 1ª Brigada de Infantaria de Selva e incorporado ao 18° Regimento de Cavalaria Mecanizado. Chegarão também 85 veículos, entre blindados e tanques.

O trabalho de opressão ao garimpo ilegal também está no escopo dos militares. A crise dos Yanomamis persiste em 2024 e o governo Lula (PT) já anunciou que a Polícia Federal (PF) e o Ibama reforçarão os trabalhos na região.

A ministra dos Povos Indígenas, Sonia Guajajara, chegou a dizer que dificilmente a crise se resolverá neste ano. “Não é só falar que não se resolveu em 2023. De fato, não se resolveu. E provavelmente não se resolverá em 2024, considerando a situação complexa que temos. Mas pegamos o território nessa situação. Achamos que era só uma crise sanitária, mas tinha toda essa questão do garimpo impregnado”, disse na última terça (16/01).

[ad_2] Source link https://www.blognaativa.com.br/por-crise-yanomami-e-tensao-na-fronteira-exercito-reforca-roraima/?feed_id=9131&_unique_id=65acdcc9f1357

Postar um comentário

0 Comentários

header ads