Header Ads Widget

header ads

Pai sobre bebê morto ao sofrer traumatismo craniano: “Quero justiça”

[ad_1]

“Não tem como o bebê dormir bem e acordar com lesão e morto”, declarou Gerson Darlan de Oliveira, 31, pai de Henry Sousa de Oliveira. A criança de 1 ano e nove meses morreu às 5h40 de 19 de janeiro, na casa do namorado da mãe do menino, em Planaltina.

Às 6 horas daquele dia, Gerson recebeu apenas uma mensagem da ex-namorada informando da morte do filho. “Era só a frase ‘Henry morreu’. Fui correndo para o hospital para ver, mas ele já tinha morrido antes mesmo do socorro dos bombeiros”, contou.

Os dois namoraram por um ano e já estavam separados quando a mãe descobriu que estava grávida. “Eu nem sabia que ela estava com namorado, mas depois me falaram que ele sempre chorava quando o atual estava perto”, relatou.

0

De acordo com o laudo cadavérico, a criança apresentou traumatismo crânio-encefálico por ação contundente, uma pancada por exemplo. “Eu espero por Justiça”, reforça o pai que suspeita que a criança tenha sofrido algum tipo de agressão.

Marcas pelo corpo

O Metrópoles apurou que a criança tinha marcas roxas abaixo dos olhos. A mãe justificou que se tratava de alergia e que chegou a levar o filho ao Hospital Regional da Asa Norte 10 dias antes da morte da criança.

Segundo o relato da mãe, a criança foi dormir na noite anterior sem apresentar nenhuma anormalidade. Por volta das 5h40, ela foi trocar a fralda do menino, mas ele já apresentava pele fria, boca e extremidades arroxeadas e sem batimentos cardíacos.

A mulher ligou para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e foi orientada a fazer massagem cardíaca na criança, mas não teve sucesso. O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) também foi acionado, mas a criança já se encontrava morta.

De acordo com o delegado-chefe da 31ª Delegacia de Polícia (Planaltina), Fabrício Augusto, não há informações suficientes para apontar um responsável. “Ainda faltam algumas diligências para concluir a investigação e é um caso sensível”, afirmou o delegado.

[ad_2] Source link https://www.blognaativa.com.br/pai-sobre-bebe-morto-ao-sofrer-traumatismo-craniano-quero-justica/?feed_id=180&_unique_id=65b3bc7a861cb

Postar um comentário

0 Comentários

header ads