Header Ads Widget

header ads

Ibaneis institui Grupo Executivo e Sala de Coordenação contra dengue

[ad_1]

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, criou o “Grupo Executivo para o desenvolvimento de ações de prevenção e controle às doenças transmitidas pelo Aedes”, em publicação extra do Diário Oficial do DF (DODF) desta sexta-feira (26/1). O texto ainda institui a Sala de Coordenação que adota medidas de contenção e enfrentamento das enfermidades provocadas pela dengue.

As publicações acontecem após o GDF declarar, nessa última quinta-feira (25/1), situação de emergência na saúde pública, devido à explosão de casos da dengue e ao risco de epidemia de dengue e outras arboviroses. O Grupo Executivo conta com diversos órgãos, desde a Casa Civil e a Secretaria de Saúde até a Novacap e a Secretaria de Economia, por exemplo.

“O Grupo Executivo poderá atuar em conjunto com órgãos federais em ações de prevenção e mitigação às doenças transmitidas pelo Aedes. O Coordenador pode convocar, a qualquer tempo, os demais órgãos e entidades da Administração Pública para a consecução dos objetivos propostos neste Decreto, bem como convidar representantes de entidades privadas para colaborar com as atividades do Grupo”, trazem alguns trechos do texto.

A formação é coordenada pela Casa Civil, não há remuneração dos membros e as atividades contarão com um espaço físico disponibilizado pela Secretaria de Saúde.

Cenário

A capital federal registrou 16.079 casos prováveis da doença, entre 1º de janeiro e o último sábado (20/1). O total representou um aumento de 646,5% em relação ao mesmo período de 2023.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, atualizados na manhã dessa quinta-feira (25/1), o Distrito Federal possui a maior incidência de casos prováveis de dengue no Brasil, registrando 477 ocorrências da doença a cada 100 mil habitantes só em 2024. O número coloca a capital federal como local com mais casos proporcionais de dengue no país.

Em meio ao aumento de casos de dengue, Ibaneis Rocha (MDB) exonerou o subsecretário de Vigilância à Saúde, Divino Valero Martins. Ele era responsável pelas políticas de combate à dengue da Secretaria de Saúde.

Dengue, Zika e Chikungunya: saiba como diferenciar as doenças:

0

Prioridade na vacinação

Nesta quinta-feira (25/1), o Distrito Federal entrou na lista de prioridades do Ministério da Saúde para receber as vacinas contra a doença.

A campanha de vacinação contra a virose começa em fevereiro, com especial atenção para as regiões endêmicas, em 521 municípios brasileiros (9% do total).

A escolha das prioridades seguiu três critérios: municípios de grande porte (com mais de 100 mil habitantes); com alta transmissão da dengue registrada em 2023; e com maior predominância de casos do tipo 2 (Denv-2).

 

[ad_2] Source link https://www.blognaativa.com.br/ibaneis-institui-grupo-executivo-e-sala-de-coordenacao-contra-dengue/?feed_id=877&_unique_id=65b467dc73763

Postar um comentário

0 Comentários

header ads