Header Ads Widget

header ads

Doença de Crohn: entenda inflamação que levou Evaristo Costa à UTI

[ad_1]

O jornalista Evaristo Costa foi internado na Unidade de terapia intensiva (UTI), na última sexta-feira (12/1), em decorrência da Doença de Crohn, uma inflamação séria no trato gastrointestinal.

“Após uma nova bateria de exames e confronto de resultados, a alta não veio. Mas sigo no lugar certo e em boas mãos. Estou liberado para circular pelo hotel, digo hospital”, diz Evaristo em publicação nas redes sociais.

A Doença de Crohn é uma inflamação crônica que afeta predominantemente a parte inferior do intestino delgado (íleo) e intestino grosso (cólon), mas pode atingir qualquer parte do trato gastrointestinal. Ela é provavelmente provocada por desregulação do sistema imunológico do paciente.

Segundo a Biblioteca Virtual de Saúde, os sintomas da doença incluem diarreia, cólicas abdominais, febre frequente e, por vezes, sangramento retal. Perda de apetite e consequente perda de peso também são comuns.

“A diarreia pode se desenvolver gradualmente ou começar de forma abrupta, acompanhada por dores nas articulações e lesões na pele. Na Doença de Crohn, a dor abdominal e a diarreia frequentemente surgem após as refeições. Ela pode ainda se manifestar com problemas na região anal, como hemorroidas ou fissuras”, destaca o artigo.

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico da Doença de Crohn é geralmente realizado por meio de exames de imagem, como raio X e endoscopia, além de exames de sangue.

Já o tratamento é dividido em etapas para avaliar a gravidade da doença com base em evacuações, dor abdominal, fístulas e manifestações à distância. Se a doença for leve, o médico pode apenas monitorar o paciente.

“O foco do tratamento é controlar o processo inflamatório desregulado. Os medicamentos disponíveis atualmente ajudam a reduzir a inflamação e controlar os sintomas, mas não curam a doença” aponta a Biblioteca Virtual de Saúde.

Dieta para o paciente com Doença de Crohn

Embora a alimentação não seja a causa da doença, alimentos suaves e brandos são recomendados, especialmente durante as fases ativas, evitando condimentos e fibras. Exceto pela restrição do leite em casos de intolerância à lactose, muitos gastroenterologistas adotam uma abordagem liberal em relação às dietas dos pacientes com a doença.

“Apesar de ser uma doença crônica, a Doença de Crohn geralmente não é fatal. A maioria dos pacientes leva uma vida útil e produtiva, com alguns necessitando de hospitalização durante períodos mais ativos da doença. Entre esses períodos, muitos pacientes se sentem bem e vivem uma vida relativamente normal, mesmo com a condição”, elucida o artigo.

Siga a editoria de Saúde no Instagram e fique por dentro de tudo sobre o assunto!

[ad_2] Source link https://www.blognaativa.com.br/doenca-de-crohn-entenda-inflamacao-que-levou-evaristo-costa-a-uti/?feed_id=6969&_unique_id=65a2e8e055304

Postar um comentário

0 Comentários

header ads