Header Ads Widget

header ads

Influencer que deu colar de R$ 2 milhões a Neymar comemora absolvição

[ad_1]

O influenciador Buzeira viu seu nome bombar nas redes sociais após dar um cordão de R$ 2 milhões de presente para Neymar e uma investigação da Polícia Federal em que era citado também veio à tona.

Após a repercussão do caso, o rapaz usou os stories do Instagram, na quinta-feira (28/12), para contar aos seus seguidores que o Ministério Público determinou que não há indícios de crimes por parte do grupo investigado.

“Só pra finalizar o ano com chave de ouro: o Ministério Público, que apura as investigações, declarou que não há indícios de prática de lavagem de dinheiro e organização criminosa. Deus é justo! Investigado nunca significa acusado. Presta atenção antes de sair julgando alguém sem saber da história completa”, começou ele.

Na mesma imagem, Buzeira compartilhou a decisão do órgão: “De todo modo, ainda que venha a ser verificada a tipicidade da conduta dos autores, parece não haver indícios da prática de lavagem de capitais e integração de organização criminosa”.

O MP ainda deu mais detalhes: “Em relação à organização criminosa, basta verificar que as infrações supostamente perpetradas pelo grupo configuram, em tese, contravenção penal. Isto basta para descaracterizar a configuração de organização criminosa, sem necessidade de aprofundar a análise dos demais requisitos. Quanto à lavagem de capitais, não há elementos a indicar ocultação de valores pelos responsáveis pelos perfis objeto da representação”.

No story seguinte, o influenciador soltou o verbo: “Duas vitórias. E você aí, com seu dedinho acusador, achando que você é o juiz. Você é o juiz? Achei que fosse porque está me acusando sem saber. O investigado não significa que ele é acusado, que cometeu o erro”, afirmou.

Logo depois, o rapaz declarou que qualquer outra pessoa poderia estar no lugar dele: “Se você começar a ganhar dinheiro e era pobre igual a mim, não tinha nada, eles vão te investigar. Vão falar ‘o que está acontecendo aí?’. Igual vizinho fofoqueiro. Mas eu tenho tudo declarado, pago meus impostos certinho”, garantiu.

No fim, ele fez um desabafo: “É difícil aceitar que nós viemos do gueto e vencemos. Não tinha nada, hoje tenho cordão de ouro, um Rolex. É, o bagulho é louco. Mas nós somos vitoriosos, certo? E vamos provar na Justiça que somos certos”, disse ele.

O presente milionário que deu o que falar

Bruno Aleksander, mais conhecido como Buzeira, surpreendeu Neymar durante o cruzeiro Ney Em Alto Mar. Em um vídeo publicado nas redes sociais, o influencer deu um colar de ouro de R$ 2 milhões para o jogador. O rapaz, entretanto, foi citado em operação da PF sobre investigação de supostos jogos de loteria que fazia nas redes sociais, que contava com rifas e sorteios ilegais de artigos de luxo.

Buzeira publicou o momento em que dava o colar a Neymar no Instagram. “Presente do 00 para o 00 chefe. Falem bem ou fale mal, ninguém é igual Neymar tem que respeitar”, legendou. Nas imagens, Neymar e um parça aparecem elogiando o cordão e ainda pedindo para utilizar. O influencer explicou porque presentou o craque:

“Foi nessa hora que eu resolvi presentear um cara que é minha maior referência, dei minha corrente em forma de medalha. Aonde esse cara chegou, poucos vão chegar. Aprendi que ele não é uma estrela, é um ‘et’. Não foi à toa que ele foi escolhido. Diferente dos iguais, muito gente fina”, escreveu.

Nos comentários da publicação, muitas pessoas lembraram que Buzeira, no início deste ano, foi citado em uma operação da Polícia Federal, que investigava supostos jogos de loteria que fazia nas redes, com rifas e sorteios ilegais de artigos de luxo. Ao todo, foram 14 mandados de busca e apreensão na Grande ABC (SP), Governador Valadares (MG) e Balneário Camboriú (SC).

À época, o influencer disse não entender porque era investigado e que os carros de luxo encontrados em sua casa eram da mulher e do cunhado. Além dele, outras pessoas foram investigadas por esquemas de estelionato, lavagem de dinheiro, associação criminosa e promoção de loterias sem autorização legal. Ele chegou a ter o Instagram suspenso, mas continua fazendo rifas e sorteios.

[ad_2] Source link https://www.blognaativa.com.br/influencer-que-deu-colar-de-r-2-milhoes-a-neymar-comemora-absolvicao/?feed_id=3773&_unique_id=658eb8e3f1c22

Postar um comentário

0 Comentários

header ads