Header Ads Widget

header ads

Ex-namorada de PC Siqueira diz que tentou salvá-lo e gritou por ajuda

[ad_1]

São Paulo – A ex-namorada de PC Siqueira, que estava com o youtuber quando ele cometeu suicídio, contou à polícia que tentou salvá-lo e entrou em desespero ao perceber que ele poderia morrer. O ex-apresentador da MTV foi encontrado morto no apartamento em que morava, na zona sul de São Paulo, no fim da tarde dessa quarta-feira (27/12). Ele tinha 37 anos.

0

Em seu depoimento à Polícia Civil após o ocorrido, a jovem, que tem 27 anos — ela vai completar 28 anos no final de semana — contou que se relacionou com PC por um ano e meio e que os dois moravam juntos. Atualmente, segundo ela, eles viviam uma “fase conturbada” e tinham colocado um fim na relação dois dias antes de ele morrer.

Após o término, segundo ela, o youtuber teria misturado álcool, remédios controlados e drogas. Na quarta-feira, a ex-namorada disse que ele passou o dia “dopado” e que apresentou momentos de agitação e agressividade. Em dado momento, ela percebeu que ele tentaria se matar, pois passou a manusear materiais com essa finalidade.

A jovem disse à polícia que ele não só já havia ameaçado fazer isso, como de fato, em outras ocasiões já havia tentado o suicídio. Ela teria tentado impedir o ato, mas PC, em razão da força física, “a empurrava e afastava”. Ela disse que tentou segurá-lo, sem sucesso, e ao notar que ele poderia estar morrendo, correu e gritou por ajuda.

Em seguida, a ex-namorada disse que entrou em desespero. Ela disse não saber quem chamou a polícia e o Samu.

Bagunça no apartamento

O local passou por perícia e o caso é investigado pelo 11º Distrito Policial (Santo Amaro). O youtuber não deixou carta ou qualquer mensagem de despedida.

Os policiais encontraram o apartamento bagunçado e com muita sujeira, segundo apurou o Metrópoles.

Uma tia de PC Siqueira que esteve no apartamento contou que ele foi “um garoto muito amado pela família” (veja abaixo). Ela levou consigo os dois cachorros do youtuber.

“É uma coisa inesperada. Ninguém espera que a pessoa faça uma coisa dessas”, disse a tia. Ela afirmou, ainda, que PC estava fazendo um curso para se tornar tatuador.

Em março deste ano, PC Siqueira havia sido encontrado desacordado em seu apartamento e foi socorrido por bombeiros. Na ocasião, ele agradeceu aos fãs pelo apoio e disse que estava se recuperando de uma tentativa de suicídio.

Quem era PC Siqueira

Com mais de 2 milhões de inscritos no canal YouTube, PC Siqueira se tornou conhecido no mundo da internet a partir de 2010, quando lançou o canal com vídeos críticos sobre temas variados, como religião e a cultura pop.

O sucesso na internet o levou para a televisão e ele ocupou espaço nas grades de programação da MTV, Play TV e TBS.

Em meio à fama, PC Siqueira falou em mais de uma ocasião sobre sua saúde mental. Em entrevistas e vídeos, ele afirmou que sofria com depressão, ansiedade e crises de pânico.

Em seu último post, três dias antes de sua morte, o youtuber falou sobre depressão no Natal e assustou seguidores.

Busque ajuda

Metrópoles tem a política de publicar informações sobre casos ou tentativas de suicídio que ocorrem em locais públicos ou causam mobilização social, porque esse é um tema debatido com muito cuidado pelas pessoas em geral.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que o assunto não venha a público com frequência, para o ato não ser estimulado. O silêncio, porém, camufla outro problema: a falta de conhecimento sobre o que, de fato, leva essas pessoas a se matarem.

Está passando por um período difícil? O Centro de Valorização da Vida (CVV) pode ajudar você. A organização atua no apoio emocional e na prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo, por telefone (188), e-mail, chat e Skype, 24 horas, todos os dias.

Arte/Metrópoles

[ad_2] Source link https://www.blognaativa.com.br/ex-namorada-de-pc-siqueira-diz-que-tentou-salva-lo-e-gritou-por-ajuda/?feed_id=3565&_unique_id=658d65b6b3a16

Postar um comentário

0 Comentários

header ads