Com intuito de valorizar o carnaval tradicional do Distrito Federal, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) movimenta o edital nº 34/2021, que apoia as atividades culturais carnavalescas permanentes. Será aportado o valor de teto máximo de R$ 3,950 milhões. O resultado provisório foi publicado nesta quarta-feira (1º), no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF).

Para interposição de recursos, há o prazo de cinco dias, a contar da publicação do resultado provisório de classificação das propostas no DODF. A solicitação deve ser enviada para o e-mail sddc@cultura.df.gov.br.

Descontinuado desde 2015, o desfile das escolas de samba do DF movimenta um ano inteiro de trabalho comunitário. É uma ação potente de formação, socialização e renda para o Entorno que vive na circunvizinhança das quadras de ensaios.  O objetivo do edital é estruturar essa cadeia produtiva.

Pontuação

  • União das Escolas de Samba do Distrito Federal (Uniesb) – 17 pontos
  • Liga Carnavalesca dos Trios, Bandas e Blocos Tradicionais (LCTBBT) – 15,5 pontos.

Confira, aqui, o resultado provisório.
*Com informações da Secretaria de Cultura e Economia Criativa