O Fortaleza precisa tirar uma diferença de quatro gols contra o Atlético-MG para ser finalista da Copa do Brasil. O desafio do Leão Pici é, nesta quarta, às 21h30, na Arena Castelão.

Além dessa desvantagem, o técnico Pablo Vojvoda tem seis desfalques para a partida: Yago Pikachu,  Lucas Lima, Lucas Crispim, Robson, Marcelo Benevenuto e tinga.

Apesar da difícil missão, o volante Edérson promete um Fortaleza mais atento do que aquele que foi goleado no Mineirão: “Temos que estar mais concentrados do que no primeiro jogo. Atacar com eficiência e também se defender”, destacou o volante.

O Atlético-MG mantém o discurso de respeito ao adversário, mas deve poupar alguns titulares, já visando ao duelo de sábado no Maracanã contra o Flamengo. O goleiro Evérson analisa esse decisivo momento do Galo: “É uma semana com dois jogos fora de casa. O primeiro é para consolidarmos nossa vaga na final e depois um jogo contra um concorrente direto pelo Campeonato Brasileiro”.

O finalista da Copa do Brasil garante R$ 23 milhões, mas em caso de título o prêmio aumenta para R$ 56 milhões.

O post Fortaleza tem missão quase impossível diante do Atlético-MG apareceu primeiro em Policiamento Inteligente.