Pela primeira vez, o Residencial Ana Facó, no bairro Bom Jardim, na Área Integrada de Segurança 2 (AIS 2) de Fortaleza, recebeu a Operação Domus. A ofensiva ocorreu nesta sexta-feira (22). Essa foi a 20ª edição deflagrada pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), que tem como objetivo assegurar o bem-estar dos moradores de conjuntos habitacionais, verificar a existência de irregularidades e continuar o combate ao crime, proporcionando uma maior sensação de segurança na região.

Os trabalhos, realizados pelas Forças de Segurança, ocorreram ao longo do dia e contaram com o apoio de profissionais da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), da Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), da Enel – concessionária de energia elétrica no Ceará -, dentre outras.

Balanço

Durante as inspeções, a Enel realizou os desligamentos de 18 pontos de ligações clandestinas em imóveis, gerou nove Termos de Ocorrências de Irregularidades (TOIs) e conduziu duas pessoas para a delegacia da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) por furto de energia.

Um total de 195 veículos foram abordados pelo Detran e pelo Batalhão de Polícia de Trânsito Urbano e Rodoviário Estadual (BPRE), sendo expedidas 52 infrações. Ao todo, 15 veículos foram apreendidos. A SAP realizou 12 fiscalizações para verificar a integridade de tornozeleiras eletrônicas e a situação legal dos apenados. Houve ainda a abordagem de 15 pessoas pelo Comando Tático Motorizado (Cotam).

Mobilização

Os trabalhos da Domus foram conduzidos pela Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional (Copol) da SSPDS. Foram empregados homens e mulheres da Polícia Militar do Ceará (PMCE), da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE), da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), da Coordenadoria de Inteligência (Coin) e da Coordenadoria de Segurança Orgânica e Logística (Cosol), todas da SSPDS, além da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), e de funcionários da Enel, concessionária de energia elétrica no Ceará.

Outras edições

Com mais três meses de duração, a Operação Domus já realizou 20 ofensivas. A primeira aconteceu no dia 15 de julho de 2021, no residencial Alameda das Palmeiras. Outros conjuntos habitacionais também já receberam a operação. São eles: Cidades Jardim I e II, Alameda das Palmeiras II e Vila do Mar III, Conjunto Rosalina, todos em Fortaleza; e Residencial Orgulho do Ceará II, em Pacatuba, e no Residencial Nova Caiçara, em Sobral.

Operação Domus

A operação tem por finalidade detectar irregularidades relacionadas a ameaças recebidas por moradores, furto de energia, pessoas com mandado de prisão em aberto e outras situações encontradas durante a ofensiva, como construções irregulares em áreas comuns dos moradores. As ações também visam reforçar saturações preventivas e fiscalização de indivíduos monitorados por tornozeleiras eletrônicas.

Domus é um termo em latim que significa domicílio. Com isso, a Operação Domus, deflagrada pela SSPDS, busca manter a sensação de acolhimento e bem-estar em conjuntos habitacionais.

Fonte: PCCE

O post Operação Domus: Residencial no Bom Jardim recebe a ofensiva pela primeira vez apareceu primeiro em Policiamento Inteligente.