O pastor Roberto José optou por expressar sua reprovação às influências externas de maneira contida, porém ainda assim, firme: “Pessoas que negociam valores doutrinários bíblicos e se adequam ao ‘politicamente correto’ no presente século, escarnecem do sacrifício de Jesus, zombam dos heróis da fé (Hebreus 11) e cospem na história de homens como William Tyndale”, escreveu, referindo ao tradutor da Bíblia para o inglês, que pagou com a vida pela iniciativa.