A direção da Unidade Prisional Regional (UPR) de Ipameri iniciou, nessa semana, um projeto para que a população carcerária confeccione tapetes com barbantes doados pela Secretaria de Ação Social do município. A ação tem como objetivo ajudar na renda das famílias dos presos. Os itens, após serem produzidos, podem ser retirados da unidade prisional pelos familiares dos detentos e, em seguida, comercializados.

O projeto tem a participação da primeira-dama da cidade, Eliane Pimenta Pacheco, e as doações acontecem quinzenalmente, o mesmo intervalo de tempo para que os familiares busquem os tapetes prontos. De acordo com o diretor da unidade prisional, Renato Carneiro Resende, cerca 15 detentos trabalham na confecção dos itens. “O intuito da parceria é proporcionar aos presos a oportunidade de uma renda financeira para ajudar os seus familiares, bem como para a remição de pena”, explica.

A remição de pena por dia trabalho está em conformidade com a Lei de Execução Penal e o trabalho de fabricação de tapetes está alinhado à aplicação da política de ressocialização da Administração Penitenciária de Goiás.

FOTOS: DGAP

Diretoria Geral de Administração Penitenciária (DGAP)
Comunicação Setorial

Fonte: SEAP GO

O post Trabalho desenvolvido no presídio de Ipameri com a colaboração da prefeitura da cidade promove amparo às famílias de detentos apareceu primeiro em Policiamento Inteligente.