Proprietários de veículos destinados ao transporte para turismo receberam, nesta sexta-feira (8), a terceira e última parcela de R$ 600 do programa Mobilidade Cidadã. O auxílio financeiro do Governo do Distrito Federal (GDF) visa minimizar os prejuízos causados pela pandemia na categoria e integra o Pró-Economia I, pacote de 20 ações de apoio ao setor produtivo elaborado pela Secretaria de Economia e lançado em maio pelo governador Ibaneis Rocha.

“Mais uma ação do nosso governo que abrange a questão social e também econômica, pois fomenta a economia local”
André Clemente, secretário de Economia

Ao todo, são 227 beneficiários do auxílio e um investimento total de R$ 400 mil por parte do GDF, em uma parceria entre as secretarias de Desenvolvimento Social, de Economia, de Turismo e de Transporte e Mobilidade (Semob), além do BRB, que é o agente financeiro do Mobilidade Cidadã.

“Mais uma ação do nosso governo que abrange a questão social e também econômica, pois fomenta a economia local”, destaca o secretário de Economia, André Clemente.

O benefício foi direcionado aos profissionais inseridos no Cadastro de Permissionários/Concessionários da Semob, com data de 31 de janeiro de 2020. Também é necessário que o profissional esteja registrado, na mesma data, junto ao Departamento de Trânsito (Detran-DF), na categoria de transporte turismo.

O auxílio ao setor de turismo complementou o programa Mobilidade Cidadã, implementado pelo GDF em 2020, que beneficiou mais de 3,2 mil taxistas e motoristas de transporte escolar. Ao todo, o investimento feito pelo governo local foi de aproximadamente R$ 10 milhões.

*Com informações da Secretaria de Economia do DF