Quatro testemunhas de acusação do processo sobre a morte de Henry Borel ainda não foram localizadas para a audiência que está marcada para esta quarta-feira (6), no Rio de Janeiro. Três delas seriam funcionárias do hospital onde o menino foi socorrido, na Barra da Tijuca, zona oeste da cidade. A terceira testemunha é a babá da criança, Thayná de Oliveira.

Inscreva-se no nosso canal:
http://www.youtube.com/c/recordnews