A Polícia Civil, por meio do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc) de Luziânia, desarticulou nessa terça-feira (28), um esquema de tráfico de drogas e de exploração da prostituição em Novo Gama. O investigado era responsável por um bar no centro comercial da cidade, onde realizava a venda de drogas e a exploração sexual de várias garotas de programa, obtendo lucro com isso. Restou confirmada a suspeita de que o investigado aliciava as garotas de programa para que, além da prostituição, também realizassem a venda de drogas no local.

Nos fundos do bar, havia vários quartos que eram utilizados para prática de prostituição e parte do lucro era do investigado responsável pelo local. No momento da abordagem policial um homem que havia acabado de comprar cocaína estava usando o entorpecente nos fundos do bar. Durante as buscas, foram encontradas várias porções de drogas como cocaína e maconha, além de quantia em dinheiro proveniente do tráfico de drogas e do lucro advindo da prostituição.

Um homem e uma mulher foram autuados por tráfico de drogas e rufianismo (obtenção de parte do lucro com a exploração sexual); uma terceira pessoa foi autuada por posse de drogas para consumo próprio. Os investigados agora encontram-se recolhidos nas unidades prisionais de Luziânia e Novo Gama à disposição do Poder Judiciário. Se denunciados, processados e condenados, a pena pode chegar a 19 anos de prisão.

O post Operação em Luziânia flagra tráfico de drogas em ponto de prostituição apareceu primeiro em Policiamento Inteligente.