A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deflagrou na manhã desta sexta-feira, 1, a Operação Égide. O evento de lançamento ocorreu na ponte Rio-Niterói e contou com a participação do Ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, do Diretor-Geral da PRF, Inspetor Silvinei Vasques, do Superintendente da PRF no Rio de Janeiro, Inspetor Romulo Silva, e de outras autoridades como secretários de estado e parlamentares. 

Ainda na tarde desta sexta-feira, os policiais passarão por um briefing de alinhamento da missão. As ações planejadas, que ocorrerão nas rodovias federais da região metropolitana do Rio de Janeiro (RJ) e nas divisas do estado, visam reforçar o policiamento no combate ao contrabando, descaminho, tráfico de drogas e armas, roubo de carga, de veículos e de coletivo de passageiros.

Com a expertise em operações de combate ao crime organizado por todo o país, esta é a segunda Operação Égide da PRF no RJ. O intuito é garantir a segurança e a livre circulação das pessoas, bens e serviços nas rodovias federais. Para a missão, a PRF conta com pessoal e recursos adequados, unidos à tecnologia e à inteligência. A Operação Égide também terá apoio aéreo, através do helicóptero da instituição. 

O reforço no monitoramento das rodovias federais terá agentes posicionados em pontos estratégicos, atuando nas rotas de circulação da criminalidade e trazendo segurança, não só para as rodovias, mas também dentro das cidades. A PRF segue firme com o compromisso de contribuir para a redução da violência e de aumentar a percepção de segurança dos usuários das rodovias federais. 

Primeira Operação Égide

A primeira Operação Égide foi desenvolvida pela PRF entre julho de 2017 a janeiro de 2019, com o objetivo principal de combater o roubo de cargas, de veículos e a coletivo de passageiros, além de crimes conexos. As ações ocorreram inicialmente nas rodovias federais da região metropolitana do Rio de Janeiro e nas divisas com os estados de São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo. Posteriormente também foram incluídos na operação os estados de Goiás, Paraná, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Acre.

Em praticamente um ano e meio de operação, os policiais conseguiram apreender mais de 595,1 toneladas de maconha, 22,4 toneladas de cocaína, 2,8 toneladas de crack, 2.447 armas de fogo e 360 mil munições. Os policiais ainda recuperaram 8.835 veículos e encaminharam 433 pessoas à delegacia, suspeitas de roubo de carga e assalto a ônibus.

 

O post PRF inicia Operação Égide apareceu primeiro em Policiamento Inteligente.