O intérprete da música Jesus People, lançada recentemente, foi vacinado contra a covid-19, mas afirmou que as pessoas não deveriam ser forçadas a se vacinar contra o vírus se não quisessem. Um dos pontos do argumento do artista cristão é que, tanto na mídia quando no governo, o imunizante emergencial vem sendo tratado como uma “cura”, algo que não é, em sua avaliação.