A rápida ação dos plantonistas da Unidade Prisional Regional de Quirinópolis evitaram, na última terça-feira, 29/09, que presos tivessem acesso a aproximadamente um quilo de substância análoga à maconha e cinco celulares. Os itens foram lançados por cima do muro do presídio em direção ao pátio de banho de sol, por indivíduo que conseguiu fugir do local sem ser identificado.

Segundo a 6ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária, a interceptação ocorreu no momento em que os servidores realizavam o procedimento operacional de ronda. “Os materiais estavam dentro de uma sacola, sendo que no instante em que ocorreu o arremesso os itens ficaram presos na tela de proteção do local. O tirocínio e esperteza dos servidores fizeram que os presos não tivessem acesso aos materiais, coibindo assim indícios de atos criminosos dentro do presídio”, ressalta o policial penal Marcelo Tumeleiro.

Diante do ocorrido, a direção do presídio abriu procedimentos administrativos internos para apuração dos fatos e aplicação das sanções disciplinares aos custodiados destinatários dos materiais, conforme determina a Lei de Execução Penal – Lei Nº 7.210/84.

Os materiais apreendidos estão à disposição das autoridades policiais competentes para os devidos fins, na forma da lei.

 

 

Foto: DGAP

Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) 

Comunicação Setorial

 

Fonte: SEAP GO

O post Plantonistas evitam a entrada de ilícitos dentro do presídio de Quirinópolis apareceu primeiro em Policiamento Inteligente.