Jogadores da liga inglesa que estiverem totalmente vacinados poderão viajar a países da lista vermelha do Reino Unido durante o intervalo para jogos de seleções e treinar ou jogar quando estiverem em quarentena na volta para casa, comunicou o governo nesta sexta-feira (1º).

Muitos clubes se recusaram a liberar jogadores para países da lista vermelha, como Brasil e Argentina, no mês passado, e a liga inglesa agora quer evitar uma situação semelhante, que revoltou federações nacionais.

As regras de quarentena rígidas da covid-19 exigem que aqueles que estiverem voltando à Inglaterra vindos de um país da lista vermelha se isolem em um hotel durante 10 dias, mas agora os jogadores podem cumprir a quarentena em “instalações sob medida” e poderão treinar ou jogar.

“Trabalhamos estreitamente com autoridades do futebol para chegar a um desfecho que equilibre os interesses tanto dos clubes quanto do país mantendo os níveis mais altos de saúde e segurança pública”, disse um porta-voz do governo à Reuters. “Nossa melhor defesa do vírus é a vacinação, e estas medidas novas permitirão que jogadores totalmente vacinados possam cumprir suas tarefas internacionais da maneira mais segura e prática possível, ao mesmo tempo que lhes permitirão treinar e jogar com seus clubes o mais cedo possível após sua volta”.

Jogadores voltando de compromissos no exterior serão totalmente segregados do público durante dez dias, e “mitigações e protocolos de saúde pública consideráveis” serão adotados quando eles deixarem a instalação para treinar e jogar com seus times.

O post Liga Inglesa: vacinados poderão viajar a países da lista vermelha apareceu primeiro em Policiamento Inteligente.