A riqueza e a singularidade das obras em cerâmica do Vale do Jequitinhonha estão presentes na exposição “Arte do barro, arte na vida”, que reúne 55 peças de quatro ceramistas de Caraí. A mostra fica em cartaz até 31/10, na Galeria Pedro Moraleida do Palácio das Artes, em Belo Horizonte.

A exibição, com curadoria do arquiteto restaurador e colecionador Alexandre Mascarenhas, é realizada pelo Centro de Artesanato Mineiro (Ceart) e pelo Governo de Minas Gerais, por meio das secretarias de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede) e de Cultura e Turismo (Secult), via Fundação Clóvis Salgado (FCS), com patrocínio master da Cemig.

Integrante do projeto itinerante Sala do Artista Popular (SAP), do Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a exposição contém obras de Margarida Ferreira Silva, Zé Maria Alves da Silva, Rosana Pereira e Geralda Batista. Os quatros artistas pertencem à família de Noemisa Batista Santos e Ulisses Pereira Chaves, dois reconhecidos ceramistas da região do Vale do Jequitinhonha.

Sobre os artistas

Margarida Ferreira Silva e Zé Maria Alves da Silva começaram, espontaneamente, na arte do barro desde criança, fazendo os próprios brinquedos em pequenas dimensões. Incentivados pelo pai, desenvolveram peças peculiares – figuras e criaturas antropozoomorfas. Suas peças se caracterizam por grandes proporções, criatividade iconográfica e impacto visual.

Rosana Pereira, por sua vez, se destaca no desenvolvimento de peças de pequenas medidas, quase “miniaturas” se comparadas aos tamanhos da obra da mãe, do tio e do avô.  Já o trabalho de Geralda Batista, está diretamente associado ao de sua mãe Joana Gomes dos Santos, paneleira e “moringueira” e ao de suas irmãs. Sua obra inclui peças utilitárias e brinquedos e aborda tons suaves da pigmentação mineral.

Serviço

Exposição “Arte do barro, arte na vida”

Data: até 31/10/2021 

Local: Galeria Pedro Moraleida, Palácio das Artes – Avenida Afonso Pena, 1537, Centro, Belo Horizonte

Entrada gratuita

Fonte: Agência Minas Gerais