O governador Paulo Câmara (PSB), decretou que igrejas com capacidade para mais de 300 pessoas devem exigir dos fiéis a comprovação de vacinação com duas doses, ou um teste negativo de covid-19, para permitir a entrada nos cultos. A medida foi considerada parcial e direcionada contra evangélicos e católicos pelo pastor Silas Malafaia: “Uma vergonha, uma safadeza, desse governador inescrupuloso de Pernambuco. Uma verdadeira perseguição religiosa”.