A nova regra, definida por decreto do governador Paulo Câmara (PSB), foi publicada no Diário Oficial na última segunda-feira, 27 de setembro. O mandatário socialista é um dos que mais dificulta a retomada dos cultos no país. Em março, Paulo Câmara determinou a proibição da realização de cultos aos sábados e domingos, sob pretexto de combater a pandemia. A medida desencadeou uma batalha judicial, que terminou com o STF, através do ministro Luiz Fux, decidindo a favor do governo pernambucano.