“O nome do André está tendo resistência por parte de alguns. Eu acredito que passe o nome dele. É o melhor nome dentro daquele compromisso que eu fiz de um ‘terrivelmente evangélico’. Não é o cara evangélico que sabe toda a Bíblia. O André sabe a Bíblia toda e conhece legislação muito bem”, introduziu Bolsonaro. “É uma pessoa que tem tudo para dar certo no Supremo”, avaliou o presidente.