Após uma semana de interrupção, Anápolis retoma aplicação da 1ª dose e amplia vacinação para 33 anos


Depois de uma semana com a aplicação da primeira dose interrompida por falta de estoque, Anápolis retoma nesta sexta-feira (30) a campanha de vacinação contra a covid-19 integralmente, com administração tanto da primeira dose quanto do reforço.

A vacinação em primeira dose estava suspensa desde a última sexta-feira (23). O município recebeu nesta quinta-feira (29) uma nova remessa e reduziu a faixa etária do público contemplado para 33 anos de idade.

Os postos disponíveis são: Banco de Leite, UniEvangélica e unidades de saúde Santa Maria de Nazareth, Arco-Íris e Bairro de Lourdes, para pedestres; e Ginásio Internacional Newton de Faria, CMTT e unidade de saúde JK e Anexo Itamaraty, em sistema drive-thru. Esses locais também aplicam a segunda dose da AstraZeneca.

O reforço da CoronaVac está disponível apenas na UniEvangélica.

Além de pessoas já cadastradas com 33 anos ou mais, podem se vacinar aquelas que compõem os grupos prioritários: pessoas com comorbidades e deficiência, trabalhadores da educação e da saúde, e idosos.

Gestantes e puérperas – que por recomendação do Ministério da Saúde devem receber o imunizante da Pfizer – poderão se vacinar, em primeira e segunda dose, apenas no posto do antigo Cerest (São Carlos/Boa Vista). Para troca de imunizante na segunda dose por parte das gestantes que tenham recebido a vacina de outra marca, é necessário apresentar liberação médica no ato da vacinação. Sobre as puérperas, caso não tenham a autorização nesse momento ou não queiram receber a segunda dose agora, devem encerrar o período de 45 dias pós-parto para se vacinarem com a AstraZeneca.

O Cerest também vai disponibilizar a segunda dose da Pfizer, mas somente para quem já tomou a primeira em Anápolis. Isso se deve ao quantitativo de doses previamente definidas pelo Ministério da Saúde e estado de Goiás para aplicação, em primeira e segunda, para cada município.



Source link