Pacientes devem manter cadastro do SUS atualizado – Secretaria de Saúde do Distrito Federal

0
17


Usuário deve procurar a unidade básica de saúde mais próxima da residência

 

CRISTINA SOARES

 

Estreitar os laços com os pacientes é uma das formas de humanizar o atendimento prestado pelas Equipes de Saúde da Família. Durante o período de pandemia, essa conexão paciente/equipe ficou ainda maior. Aqueles que contraíram o novo coronavírus e não precisaram de internação foram acompanhados pelos serviços de saúde durante o isolamento. Os profissionais conseguiam avaliar através das conversas telefônicas o quadro clínico do paciente e a recuperação dos sintomas.

 

Cadastro pode ser atualizado nas unidades básicas de saúde – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

Para melhorar essa conexão, é importante manter os dados atualizados junto à rede pública de saúde. Se trocou o número do telefone, ou mudou o endereço, é importante informar às unidades para que, no futuro, em caso de uma internação, por exemplo, o contato com familiares, em caso de necessidade, seja possível. Essa atualização cadastral também pode ser feita nos hospitais da rede.

 

Os profissionais da Secretaria de Saúde podem entrar em contato com os pacientes para convocá-los para fazer exames, consultas e até cirurgias. Em muitos casos, não é possível o contato com o paciente por falta de dados no prontuário. Por isso, é importante que os usuários do SUS atualizem sempre que possível o seu cadastro, o que pode ser feito em qualquer unidade de saúde.

 

Atualização cadastral é importante para que equipes de saúde possam entrar em contato sempre que for necessário – Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

Saúde do Trabalhador

 

Essa atualização é importante também para o trabalho desenvolvido pela Diretoria de Saúde do Trabalhador (Disat/SVS), que promove ações de saúde pública para os diversos segmentos trabalhistas do DF.

 

“O cadastro atualizado garante que o paciente possa ser contatado e assegura o planejamento de ações de saúde para cada território com o objetivo de dar mais qualidade no atendimento à população. Para as atividades de Vigilância em Saúde do Trabalhador é muito importante ter todos os dados do paciente, principalmente da sua ocupação que, na maioria das vezes, ou não está preenchido ou está desatualizado”, destaca Willkslainy Paixão, técnica da Disat.

 

EDIÇÃO: JOHNNY BRAGA



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here