Aplicativo brasileiro distribui tokens de graça que podem ser usados para ajudar ONG’s

0
29
Aplicativo brasileiro distribui tokens de graça que podem ser usados para ajudar ONG’s
Aplicativo brasileiro distribui tokens de graça que podem ser usados para ajudar ONG’s

O aplicativo brasileiro Ribon criou um token que pode ser utilizado para fazer doações para ONG’s. Segundo a Folha, o token “ribons” permite doações sem gastar dinheiro, através de uma redistribuição da moeda digital.

Mais de 543 mil pessoas foram atendidas nos últimos três meses pelas doações da plataforma que atende organizações no Brasil, na Ásia e África. No total, a Ribon arrecadou R$ 110.000 no primeiro semestre de 2020.

Para funcionar, o projeto recebe patrocínios em dinheiro de grandes empresas como a Malwee e redistribui para os usuários em forma de doação, que podem escolher qual entidade receberá as moedas digitais.

Criado em 2016, a Ribon é um aplicativo “tokenizado” que permite aos usuários atuarem no processo de administração de grandes doações para ONG’s. Sem precisar gastar dinheiro, os “ribons” oferecidos pelo aplicativo são conhecidos como tokens de utilidade, sem valor de mercado.

Aplicativo distribui moeda digital para doações

O aplicativo Ribon permite que doações sejam feitas através de um token sem que os usuários gastem dinheiro do próprio bolso. A empresa brasileira converte doações de grandes empresas em uma moeda que é distribuída para mais de 50 mil usuários.

Mais de 514 mil pessoas foram ajudadas com o token “ribons” nos últimos três meses com uma doação de R$ 110.000. Além da Malwee, a Klabin também é uma empresa parceira do Ribon.

Com mais de 50 mil usuários, a Ribon distribui diariamente os tokens no aplicativo que podem ser usados para direcionar doações para ONGs. Nos últimos seis meses a empresa obteve patrocínio de R$ 110.000, que representa um aumento de arrecadação para a startup em comparação com 2019.

Conforme noticiou o Cointelegraph, o aplicativo Ribon esteve entre os finalistas em uma premiação sobre inovação tecnológica em Brasília – DF. Promovido pela Câmara de Comércio de Amcham Brasil, a premiação oferecia R$ 50 mil para o projeto vencedor.

Pandemia ajudou a aumentar doações

A Ribon arrecadou no primeiro semestre de 2020 cerca de R$ 110.000 que foram distribuídos em forma de tokens. De acordo com o aplicativo, esse valor representa 60% da receita de 2019.

Em entrevista à Folha, Rafael Rodeiro explica que a pandemia do Novo Coronavírus afetou o aplicativo Ribon positivamente. O CEO do projeto fala que as doações aumentaram significativamente nos últimos meses.

“Há anos trabalhamos pelo fomento à cultura de doação no Brasil e vínhamos tendo sucesso, cientes de que é um trabalho que leva tempo. Entretanto, a pandemia acelerou este processo e despertou o sentimento de empatia entre as pessoas.”

A Ribon criou um plano de assinatura mensal onde os usuários podem ajudar sete projetos escolhidos pela empresa para receberam o dinheiro arrecadado, além das doações sem gastar dinheiro.

O aplicativo Ribon seleciona projetos através do poder de impacto social da proposta. O balanço divulgado pela startup conclui que no segundo trimestre as doações do token “ribons” garantiu a higienização de mais de meio milhão de merendas distribuídas em escolas no Brasil.

Além dessa atividade, as moedas digitais da Ribon foram utilizadas para 19 mil refeições e quase 300 rendas mínimas distribuídas para catadores de materiais recicláveis.

Leia Mais:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here