Guará no combate à dengue – Administração Regional do Guará

0
29
imagem16-07-2020-03-07-37
imagem16-07-2020-03-07-37

A guerra contra o mosquito Aedes aegypti requer a união de esforços do governo e comunidade. No Guará, a administração regional em parceria com os órgãos de educação e monitoramento do mosquito, vem realizando diversas ações preventivas na cidade.

Nesta quarta-feira (18), equipes da Administração do Guará, Vigilância Ambiental, Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e o 4º Batalhão de Polícia Militar, iniciaram a inspeção nas residências dos moradores da QE 36, local com maior registro de casos de dengue. Uma das razões apontadas pela equipe de controle da Vigilância Ambiental indica sobre o armazenamento de água da chuva para reuso sem a devida proteção. 

"Eu sempre guardo a água da chuva bem tampadinha. Tenho esse cuidado de sempre estar observando", ressalta, a dona de casa, Jacyra Souza.

Durante as visitas, as equipes verificaram potenciais criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya. Além disso, foram distribuídos informativos sobre como o morador pode contribuir na fiscalização de recipientes e locais propícios para o desenvolvimento do mosquito. Foram identificadas residências fechadas, sem indício de habitação no local e por essa razão, os órgãos encaminharão o registro para as devidas providências.

"Estamos indo de porta em porta, chamando a atenção da comunidade. Um mosquito é capaz de dizimar um bairro e todos nós possuímos essa responsabilidade", declara, a a administradora regional, Luciane Quintana.

Ações da Administração do Guará 

No dia 12 de dezembro, o órgão reuniu-se com  servidores da Vigilância Ambiental, do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), moradores, líderes comunitários e síndicos do Guará para tratar sobre as ações preventivas que estão sendo realizadas, como o cidadão pode colaborar no enfrentamento ao mosquito, tratamento adequado do lixo, entre outras informações educativas com o intuito de formar multiplicadores para a sua comunidade. 

Em julho, a comunidade também participou da "Ação Educativa Pró-Guará". No mesmo período, a regional lançou o projeto "Guará sem lixo" que, semanalmente, recolhe materiais em desuso (recolhimento de móveis velhos, colchões, lixo eletrônico e garrafas de vidro de forma exclusiva) na residência dos moradores. Essa é mais uma atitude para eliminar o número de registros de dengue na região administrativa.

O mutirão segue um calendário específico em um sistema de rodízio nas quadras, atendendo, prioritariamente, as áreas mais críticas de acordo com os relatórios da Secretaria da Saúde e Ouvidoria. 

O cidadão pode registrar denúncias pela Ouvidoria 162, via site (www.guara.df.gov.br) ou presencialmente, na administração regional. 

imagem16-07-2020-03-07-38
imagem16-07-2020-03-07-38
imagem16-07-2020-03-07-40
imagem16-07-2020-03-07-40
imagem16-07-2020-03-07-43
imagem16-07-2020-03-07-43
imagem16-07-2020-03-07-45
imagem16-07-2020-03-07-45
imagem16-07-2020-03-07-47
imagem16-07-2020-03-07-47
imagem16-07-2020-03-07-48
imagem16-07-2020-03-07-48
imagem16-07-2020-03-07-50
imagem16-07-2020-03-07-50
imagem16-07-2020-03-07-55
imagem16-07-2020-03-07-55

 

 

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here