Relatório: KPMG, EY, Deloitte e PwC 'serão uma parte crucial do ecossistema DeFi nos próximos anos'

0
29
Relatório: KPMG, EY, Deloitte e PwC 'serão uma parte crucial do ecossistema DeFi nos próximos anos'
Relatório: KPMG, EY, Deloitte e PwC 'serão uma parte crucial do ecossistema DeFi nos próximos anos'

As quatro grandes consultorias, como KPMG e Deloitte, se tornarão uma parte importante das finanças descentralizadas – ou DeFi – na próxima década, de acordo com o think tank sem fins lucrativos dGen, com sede em Berlim.

Em seu relatório intitulado “Finanças descentralizadas: usos e riscos para adoção em massa”, a dGen se concentra no que chama de “o tópico mais quente da indústria de blockchain atualmente”.

De acordo com a dGen, embora a DeFi ainda esteja em sua infância, ela “poderia ultrapassar a atual indústria FinTech, fornecendo uma nova estrutura de serviços financeiros” nos próximos anos.

Os pesquisadores apóiam esse pensamento, fazendo uma série de previsões ousadas sobre DeFi.

Na visão deles, ela se tornará uma indústria de trilhões de dólares e “fornecerá renda para milhares de jogadores, streamers e influenciadores” até 2030. Também será adotada pelas instituições financeiras europeias que passarão a oferecer “contas de poupança e pensão habilitadas para DeFi.”

Consultorias x DeFi?

O think tank argumenta ainda que as quatro grandes empresas, como KPMG, EY, Deloitte e PwC “serão uma parte crucial do ecossistema DeFi nos próximos anos”.

Elaborando isso, Jake Stott, cofundador do dGen, disse ao Cointelegraph: “À medida que as instituições financeiras mais tradicionais são expostas aos benefícios DeFi e sua complexidade, haverá uma necessidade maior de que as empresas de serviços profissionais atendam e auditem essas atividades. As quatro grandes empresas podem se especializar em auditorias e compliance DeFi para capturar maior participação de mercado.”

Stott está muito entusiasmado com DeFi em geral, pois acrescentou que “podemos começar a ver muito interesse de pessoas normais que estão cansadas de ganhar 0% de juros em suas poupanças bancárias”.

Quando perguntado sobre as principais fraquezas do setor, Stott disse ao Cointelegraph:

“As maiores fraquezas do setor DeFi no momento são o risco de perder todos os seus fundos e complexidade envolvidos na interação com grande parte do ecossistema DeFi. Ambos estão sendo abordados ativamente e podem não ser mais significativos daqui a 12 meses.”

Outros relatórios sobre o setor em expansão

De acordo com o relatório sobre o setor DeFi do segundo trimestre da ConsenSys, divulgado no início desta semana, o crescimento do setor foi impulsionado pela crescente popularidade dos protocolos de cultivo de rendimento e de tokenização de Bitcoin (BTC).

Notavelmente, o relatório também destacou os principais incidentes de segurança direcionados a algumas plataformas DeFi, como Uniswap, Lendf.me e Bancor, que viram US$ 26 milhões sendo roubados coletivamente até agora.

Leia mais:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here