Comunidades de Porto Alegre e Região Metropolitana promovem atos em apoio ao SUS e a trabalhadores da Saúde – Sul 21

0
21
Comunidades de Porto Alegre e Região Metropolitana promovem atos em apoio ao SUS e a trabalhadores da Saúde   Sul 21
Comunidades de Porto Alegre e Região Metropolitana promovem atos em apoio ao SUS e a trabalhadores da Saúde Sul 21

Posto de Saúde Modelo, em Porto Alegre. Foto: Luiza Castro/Sul21

Da Redação

Comunidades de Porto Alegre, Canoas, Viamão e São Leopoldo promovem, nesta quinta-feira (16), uma série de atos em apoio ao Sistema Único de Saúde (SUS), aos trabalhadores e trabalhadoras da Saúde e pelo direito de fazer isolamento social com acesso a renda básica. Segundo os organizadores, os atos, que ocorrerão nas ruas das próprias comunidades, respeitarão os cuidados de distanciamento, uso de máscaras e outros cuidados necessários em função da pandemia do novo coronavírus. O primeiro ato das “Comunidades em Luta” está previsto para oito comunidades da cidade de Porto Alegre, além de uma comunidade em cada uma das cidades de Canoas, Viamão e São Leopoldo.

Com o avanço da pandemia e o aprofundamento da crise econômica, que se iniciou antes da covid-19, as comunidades das periferias têm enfrentado cada vez mais dificuldades para garantir as condições mínimas de vida. “Os governos não têm sido garantidores do cumprimento do papel de proteção social do Estado. Pelo contrário, têm ampliado as ameaças contra nós, como são – em Porto Alegre – os casos de demissão de trabalhadores da Saúde e o risco de privatização do saneamento, em um contexto de contínua interrupção de fornecimento de água”, afirma nota de divulgação da mobilização. E acrescenta:

“Diante disto e da impossibilidade de se garantir o isolamento social, a maior parte da população não tem a opção de proteger suas vidas. Vivendo em situações precárias que impossibilitam o sustento, são obrigadas a continuar suas atividades que geram renda, se expondo a covid 19. É necessário garantir renda básica por tempo indeterminado, permitindo que trabalhadoras/es tenham condições de cuidar da sua vida e das suas famílias. E defender o SUS envolve apoiar as/os trabalhadoras/es da Saúde que estão na linha de frente do cuidado da população e se expondo a covid 19 no cotidiano do trabalho”.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here