Operação retira mais carcaças do Guará – Administração Regional do Guará

0
31
imagem14-07-2020-19-07-18
imagem14-07-2020-19-07-18

Com o objetivo em eliminar os focos de dengue na cidade, uma nova ação conjunta do programa "DF Livre de Carcaças" foi realizada na manhã desta segunda-feira (13). A operação retirou oito carcaças da QE 44, conjunto C, QE 40, Setor de Oficinas e Polo de Moda, no Guará II, que apresentavam riscos à saúde e à segurança pública. Os locais foram mapeados pela Administração Regional do Guará  conforme manifestações registradas pela comunidade via Ouvidoria. A operação foi coordenada pela Secretaria de Saúde Pública em parceria com a  Administração do Guará e demais órgãos de fiscalização e segurança pública do Governo do Distrito Federal (GDF).

Na QE 44, os moradores do conjunto "D"aguardavam a retirada de uma carcaça abandonada há pelo menos três anos. "Para o militar da reserva, Alaor Vasconcelos, a medida é motivo de alívio para a comunidade que se sentia insegura com a presença da sucata. "Além de servir como um foco da dengue, escondiam objetos dentro dessa carcaça e gerava insegurança a todos", comenta.

O programa já esteve no Guará outras vezes  e em três edições já soma 65 carcaças recolhidas. Todas elas em estado de abandono, servindo como depósito da dengue, além de animais peçonhentos que podem disseminar outros tipos de doenças para a população. Além desses riscos as carcaças na QE 40 causavam outros transtornos, pois dividiam espaço com os  veículos e ocupavam vagas de estacionamento disputadas em uma região com grande circulação de pessoas.

 

imagem14-07-2020-19-07-20
imagem14-07-2020-19-07-20
 
imagem14-07-2020-19-07-24
imagem14-07-2020-19-07-24
 
imagem14-07-2020-19-07-25
imagem14-07-2020-19-07-25
  

  "Aqui, tinha muito perigo de dengue com essa carcaça aberta e ainda ocupava uma vaga no estacionamento. Nessa região, é  muito difícil encontrar vaga para estacionar. Quando eu vi a ação, eu pensei: – fui atendido", comemora, o técnico em eletrônica, Júnior Souza.

Ouvidoria

As carcaças retiradas correspondem ao atendimento às denúncias protocoladas por moradores por meio da Ouvidoria. Desta forma, são mapeadas as áreas e incluídas na programação da operação. "É importante que o morador saiba a relevância do registro na Ouvidoria. É por meio desse canal que damos o devido encaminhamento das demandas e respondemos a população sobre as suas solicitações. A operação de retirada dessas carcaças é fundamental nas ações integradas de combate à dengue na cidade e precisamos manter essa parceria com  a comunidade", reforça a administradora regional, Luciane Quintana.

Em fevereiro deste ano, 45 carcaças foram retiradas do Pátio de Obras da administração regional e encaminhadas para o depósito do Departamento de Estrada e Rodagem (DER/DF) onde agentes de Vigilância Ambiental fazem o controle vetorial. Em maio, mais 12 carcaças foram retiradas no Setor de Oficinas da QE 40, QE 46, QI 2.

Até agora,  65 carcaças e sucatas foram retiradas da região administrativa do Guará por meio do programa. De acordo com o coordenador dos Conselhos Comunitários de Segurança do Distrito Federal (Conseg-DF), responsável pela operação, Marcelo Batista, 360 carcaças e carros abandonados foram retirados de todo o DF.

"O trabalho educativo também é muito importante e isso ocorre quando os responsáveis pelas sucatas percebem o GDF atuante e se mobilizam voluntariamente para a retirada. Não permitiremos  que essas carcaças sirvam de abrigo de delinquentes, uso e consumo de entorpecentes e ainda proliferando o mosquito da dengue. O Guará foi a região mais atendida até agora com o programa "DF Livre de Carcaças" e será um trabalho contínuo, destaca, Batista.

imagem14-07-2020-19-07-27
imagem14-07-2020-19-07-27
 
imagem14-07-2020-19-07-29
imagem14-07-2020-19-07-29
 
imagem14-07-2020-19-07-30
imagem14-07-2020-19-07-30
 
imagem14-07-2020-19-07-33
imagem14-07-2020-19-07-33
 
imagem14-07-2020-19-07-37
imagem14-07-2020-19-07-37
 

Ações de combate à dengue no Guará de janeiro a junho  deste ano:

✔️ Mais de 500 toneladas de lixo irregular retirado das ruas;

✔️ 65 carcaças que serviam de criadouro do mosquito retiradas das vias públicas;

✔️ Imóveis inspecionados – 23.109

✔️ Imóveis fechados – 6.324

✔️ Imóveis Recusados – 480

✔️ Imóveis tratamento – 2.215

✔️ Imóveis pendências – 47

✔️Depósito inspecionados – 49.452

✔️ Depósitos tratados – 3.087

 

Sanear Dengue

A força-tarefa conta com o apoio de militares do Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) que inspecionam as áreas identificadas com maior incidência de casos.  

Balanço das seis edições do programa na cidade realizadas em 07/03, 04/04/,18/04,30/04,29/05,18/06:

✔️ Imóveis inspecionados :7486

✔️ Imóveis fechados: 2543

✔️ Imóveis recusados:  171

✔️ Imóveis tratados: 634

✔️ Depósitos inspecionados: 19.888

✔️ Depósitos tratados: 1470

✔️ Dep. positivo Aedes aegypti – 01

Próxima ação programada para 20 de julho.

Com informações da Vigilância Ambiental. 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here