Polícia procura mulheres da pirâmide financeira ‘Mandala da Prosperidade’ que podem pegar até cinco anos de prisão

0
26
Polícia procura mulheres da pirâmide financeira ‘Mandala da Prosperidade’ que podem pegar até cinco anos de prisão
Polícia procura mulheres da pirâmide financeira ‘Mandala da Prosperidade’ que podem pegar até cinco anos de prisão

O golpe da “Mandala da Prosperidade” pode resultar em até cinco anos de prisão para as líderes que divulgam a “pirâmide financeira”, segundo a Record TV. Com a promessa de até R$ 40.000 de lucro, o negócio é difundido entre grupo de mulheres como sendo uma atividade de “economia solidária”.

Denunciado no Domingo Espetacular do último dia 12 de julho de 2020, a “pirâmide financeira” pede R$ 5.004 para mulheres que desejam iniciar no esquema. No entanto, para ganhar dinheiro é necessário apresentar mais vítimas ao negócio, alimentando uma rede de indicações.

A fraude “Mandala da Prosperidade” não é um golpe antigo que ganhou força no Brasil novamente nos últimos meses. Especialmente difundido entre mulheres, o projeto que promete até R$ 40.000 em 28 dias está sendo investigado pela Polícia Civil de São Paulo – SP.

Polícia pode prender mulheres que participam do golpe

A “Mandala da Prosperidade” não possui envolvimento com o Bitcoin, mas apresenta operação semelhante a fraudes que acontecem no mercado de criptomoedas, como as “pirâmides financeiras”.

A pirâmide financeira “Mandala da Prosperidade”, “Tear dos Sonhos” e ou “Roleta Solidária” necessita de novas indicações para que outras mulheres recebem o “regalo”. Um contrato entre elas é firmado, onde a vítima abre mão do dinheiro através de uma doação.

Segundo a reportagem na Record TV, as mulheres que participam do esquema podem ser presas por envolvimento com o crime financeiro. De acordo com investigações sobre o golpe, líderes da “Mandala da Prosperidade” podem responder por crimes como associação criminosa e estelionato.

De acordo com a legislação brasileira, mulheres que participam da “Mandala da Prosperidade” podem pegar entre um a cinco anos de prisão. A Polícia Civil de São Paulo – SP investiga o caso e já indiciou duas líderes que devem responder pelos crimes cometidos ao se associarem a “Mandala da Prosperidade”.

imagem13-07-2020-20-07-07
imagem13-07-2020-20-07-07
Record TV mostra como funciona a pirâmide financeira (Reprodução/Domingo Espetacular)

Duas líderes da “Mandala da Prosperidade” são indiciadas

O esquema da “Mandala da Prosperidade” pode ter atingido mais de 50 mil mulheres recentemente. O golpe que envolve um depósito de R$ 5.004 pode “render” até R$ 40.000 para mulheres que indicam novas vítimas.

Segundo uma investigação da Polícia Civil, duas mulheres foram indiciadas por associação a pirâmide financeira. Uma delas confessou o crime e responderá judicialmente pelo envolvimento com a fraude, conforme noticiou o Cointelegraph.

Uma das acusadas possui passagem policial devido ao porte de entorpecente. A Polícia Civil também recebeu a visita de uma das líderes indiciadas que confessou o crime de associação com a “Mandala da Prosperidade”. A líder investigada contou que já fez cinco mulheres caírem no golpe.

O delegado Lupércio Dimov da Polícia Civil solicitou o bloqueio de contas das líderes da “Mandala da Prosperidade” que foram indiciadas, além da quebra do sigilo bancário O delegado convida as vítimas que caíram no esquema milionário para denunciarem as líderes.

“Provavelmente deve ser de milhões (o golpe). E eu peço as vítimas que, mesmo que não tenham registrado ocorrência, sabedoras que tem um inquérito policial aqui, podem me procurar. Se tiver o comprovante do registro do depósito, me traga, para a gente robustecer a prova material.”

O recrutamento da “Mandala da Prosperidade” acontece através de reuniões de teleconferência. Em defesa, uma das líderes atesta em vídeo que o esquema não é uma “pirâmide financeira” por viver de doações.

“O fato de começar como uma doação já descaracteriza investimento e, automaticamente, ao descaracterizar investimento você não pode classificar como uma pirâmide financeira.”

Leia Mais:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here