Athletico se diz surpreso com decisão da Fifa em caso Rony e vai recorrer

0
23
Athletico se diz surpreso com decisão da Fifa em caso Rony e vai recorrer
Athletico se diz surpreso com decisão da Fifa em caso Rony e vai recorrer

O Athletico divulgou uma nota oficial no final da tarde desta segunda-feira (13), se dizendo surpreso quanto à punição que recebeu em relação à contratação do atacante Rony e garantindo que irá recorrer da sanção imposta ao clube pela Fifa.

Por causa do caso Rony, que atualmente defende o Palmeiras, o Furacão está banido pela entidade máxima do futebol de registrar atletas por duas janelas de transferências, o que corresponde a um ano.

“Surpreendentemente, a decisão proferida impôs ao CAP uma sanção desportiva, consistente na impossibilidade de registro de novos atletas por dois períodos brasileiros de inscrição FIFA”, diz a nota atleticana.

“O CAP esclarece que da referida decisão cabe recurso para a Corte Arbitral do Esporte (CAS) e que está tomando as providências jurídicas cabíveis, de modo a preservar os direitos do clube”, reforça.

+ Cristian Toledo: Athletico, Palmeiras e Rony saem perdendo muito com suspensão da Fifa

A punição é decorrência da contratação do atacante junto ao Albirex Niigata, do Japão, em 2018. O jogador também foi punido pela Câmara de Resoluções de Litígio da entidade. Vendido ao Palmeiras pelo Rubro-Negro por cerca de R$ 28 milhões, no início do ano, Rony não poderá atuar por quatro meses.

As punições já estão valendo. Além da suspensão, o jogador foi multado em US$ 1,3 milhão, aproximadamente R$ 7 milhões, montante que o Athletico responde solidariamente. Clube e Rony ainda podem recorrer da decisão imposta pela Fifa e também tentar um efeito suspensivo.

+ Confira a nota completa do Athletico:

O Club Athletico Paranaense tomou ciência, na data de hoje (13), de decisão proferida pela Câmara de Resolução de Litígios da FIFA (“DRC”), a respeito do procedimento existente entre o ex-atleta Ronielson da Silva Barbosa e o clube japonês, Albirex Niigata, acerca de sua rescisão contratual.

Surpreendentemente, a decisão proferida impôs ao CAP uma sanção desportiva, consistente na impossibilidade de registro de novos atletas por dois períodos brasileiros de inscrição FIFA.

O CAP esclarece que da referida decisão cabe recurso para a Corte Arbitral do Esporte (CAS) e que está tomando as providências jurídicas cabíveis, de modo a preservar os direitos do clube.

+ Mais do Furacão:

+ Athletico estreia fora e fará Atletibas em setembro e fevereiro no Brasileirão+ De ex-jogadores presos a batida de carro e técnico ‘cancelado’: as polêmicas da pandemia+ Fabrício ainda sente perda de pênalti na final da Libertadores 2005: “não é fácil”

A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?

Apoie a Tribuna!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here